A importância do atleta se consultar com um dentista especializado em odontologia do esporte.

Odontologia do Esporte, agora é especialidade!
16 de agosto de 2016
Ao Pai da Odontologia do Esporte o seu reconhecimento
16 de agosto de 2016

A importância do atleta se consultar com um dentista especializado em odontologia do esporte.

odontologia-do-esporte-03Por que é recomendável que o atleta se consulte com um dentista especializado em odontologia do esporte?

Hoje no Brasil existem poucos especialistas na área da odontologia do esporte até porque só existem dois cursos que são reconhecidos pelo MEC. O primeiro curso teve início no ano de 2011 na Universidade Positivo em Curitiba e está em sua terceira turma o segundo curso é da PUC-MG e está formando sua primeira turma ao final do ano. Este panorama está por mudar, no dia 14 de outubro de 2014 o conselho federal de odontologia também reconheceu a odontologia do esporte como especialidade. É recomendável que atleta se consulte com um especialista, pois o mesmo sabe das particularidades fisiológicas que envolvem e alteram a capacitação imunológica dos atletas nos esportes, além de conhecer regras e as especificidades de cada modalidade.

odontologia-do-esporte-04 De acordo com o que se sabe, problemas dentários podem causar, em alguns casos, até mesmo dor na coluna. Estes problemas podem atrapalhar o desenvolvimento do atleta?

Na literatura científica ainda existe uma quantidade insuficiente de artigos para afirmarmos tal situação, mas sugere-se que alterações nas posições dentárias podem alterar alguns padrões posturais e talvez este seria um bom campo para o desenvolvimento de novas pesquisas no intuito de melhorar ou não deixar que alterações biomecânicas atrapalhem o desenvolvimento das atividades esportivas.

odontologia-do-esporte-05 No caso do handebol por ser um jogo aéreo é bem comum que a bola bata no rosto dos atletas, principalmente nas categorias de base, visto que a garotada ainda está se adaptando a técnica. Nestes casos, qual é o cuidado que os esportistas devem ter com os dentes?

No handebol os traumas são muito frequentes, pois é um esporte de contato físico, além dos traumas ocasionados pela bola como você colocou. Nas categorias de base onde as crianças estão começando a desenvolver a técnica, sua motricidade e seus reflexos a incidência realmente pode ser maior. O cuidado que atleta deve ter é de prevenir esses traumas e isso não pode ser negligenciado hoje os protetores bucais podem diminuir em até 80% a força de impacto, sendo aparato fundamental para a prática do handebol.

odontologia-do-esporte-06É bem comum o uso de protetor dental por parte do goleiro. Não seria importante os demais atletas usarem também?

Como coloquei anteriormente o protetor bucal é fundamental para a prática do handebol pelo goleiro e por todos os outros atletas. O goleiro apresenta uma maior chance de sofrer os traumas ocasionados pelo impacto da bola com a região da face, mas em contrapartida os demais atletas, além do impacto da bola podem sofrer traumas ocasionados pelo contato dos adversários sendo as consequências deste tipo de trauma muito pior. Mas o protetor adequado é fundamental, os protetores que chamamos de pré-fabricados que são encontrados nas lojas de artigos esportivos são inadequados para qualquer modalidade. Artigos comprovam que estes protetores podem diminuir em até 30% a performance aeróbica do atleta, como é o caso do handebol, além de poder aumentar a chance de fraturas da mandíbula por apresentar um ajuste inadequado o seu tamanho é padrão e nossa boca apresenta tamanhos diferenciados. O correto é uso dos protetores confeccionados e orientados pelo cirurgião dentista onde é confeccionado um modelo da boca do atleta para um encaixe preciso, além de ser confeccionado de acordo com a modalidade praticada.

odontologia-do-esporte-07Vamos supor que o atleta sofreu uma cotovela muito forte e houve um trauma no dente. Ficou mole. O jogador deve continuar na partida? Qual o cuidado que ele deve ter com aquele dente machucado? Em quanto tempo ele deve procurar um dentista? Deve ser imediatamente?

É por isso que seria fundamental a presença do Dentista em treinos e competições, existe um projeto de lei do deputado Gilmar Machado que está em fase de aprovação que garante o Dentista em eventos amadores e profissionais na prevenção dos traumatismos e responsabiliza o clube pela seguridade a saúde bucal do atleta. Em caso de trauma o ideal é procurar o dentista o mais rápido possível, quanto mais rápido o atendimento maior o sucesso e prognóstico para o tratamento. Durante o trauma se o dente sair da boca e um dentista não estiver presente é preciso que procure o dente e o condicione no leite ou até mesmo dentro da boca com o cuidado de limpa-lo sem remover os tecidos e ligamentos presente ao seu redor. Se o dente ficar mole é ideal que o atleta não continue na partida, pois pode agravar a consequência do traumatismo. O sucesso do tratamento é melhor quanto mais rápido for o atendimento. Lembrando que muitos destes traumas são evitados e minimizados pelo uso do protetor bucal adequado.

odontologia-do-esporte-08Lendo sobre o assunto entendi que a importância do time ter um dentista especialista em odontologia do esporte também é na questão da medicação, pois é importante que os remédios usados durante um tratamento devem evitar que o exame de doping de positivo. O senhor poderia explicar melhor este assunto?

Exatamente, muitos medicamentos utilizados na odontologia são considerados doping por várias confederações e o dentista que não tem o conhecimento sobre doping no esporte pode decretar muitas vezes a suspensão do atleta ou até mesmo o fim de sua carreira. O dentista especialista em odontologia do esporte além de conhecer tudo sobre o doping deve saber como encaminhar a confederação do atleta a descrição dos medicamentos utilizados durante os procedimentos odontológicos.

odontologia-do-esporte-09


Qual a diferença entre os tratamentos comuns realizados em consultórios convencionais e entre os especializados em odontologia esportiva?

A principal diferença está no conhecimento das alterações fisiológicas provocadas pela prática do exercício físico e pelo treinamento esportivo, assim como o médico especialista em medicina esportiva onde também seu procedimento não difere do não especialista. Mas o seu conhecimento é fundamental para que não interfira na performance e faça a opção adequada na conduta do tratamento proposto.

odontologia-do-esporte-10Existe diferença de cuidados entre os atletas de base e adultos? De alto rendimento ou amador?

Sim existem muitas diferenças primeiro que o grande investimento deve ser realizado nas categorias de base para que o atleta chegue ao profissional sem qualquer problema odontológico. Atletas profissionais passam por treinamentos que elevam a sua condição física aos seus limites, mas que as vezes estão muito próximos ao excesso de treinamento o que propicia o aparecimento de doenças bucais oportunistas como por exemplo a herpes, o que acontece em uma incidência menor nos atletas amadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *